Inflação do aluguel ganha força no início de dezembro

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), também conhecido como inflação do aluguel, porque é usado para reajustar a maioria dos contratos de locação de imóveis, variou 0,32% na primeira semana de dezembro, após subir 0,30% no mesmo período do mês anterior, segundo pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV), divulgada nesta terça-feira (10).

No ano e em 12 meses, o indicador acumula alta de 5,22%.

Usado no cálculo do IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação de preços no atacado, ficou em 0,26% na primeira prévia de dezembro, depois de variar 0,29% na mesma apuração de novembro.

Na contramão, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que calcula os preços no atacado e também é usado no cálculo do IGP-M, teve alta de 0,47% depois de avançar 0,39% no mês anterior. Dos oito grupos de despesa que integram o índice, quatro mostraram avanço das taxas, com destaque para o grupo educação, leitura e recreação (de 0,17% para 0,93%).

Também apresentaram acréscimo em suas taxas de variação os grupos vestuário (de 0,42% para 0,81%); despesas diversas (de 0,13% para 0,60%); e alimentação (de 0,55% para 0,61%).

Faz parte do cálculo do IGP-M o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), cuja taxa de variação foi de 0,15% para 0,36%.

Fonte: G1